Cada dia vem sendo uma luta sem você. Sempre, em algum momento do dia, eu acabo chorando. É sufocante e assustador como a saudade de você me espanca sem o menor aviso, a menor compaixão. É amedrontador o fato de eu conhecer tanto você a ponto de quase tudo me remeter a ti – e mesmo assim, ter percebido naquele dia, que eu pouco sabia sobre seu verdadeiro eu. Eu consigo me distrair -mas não me desvencilhar totalmente- durante as rápidas horas do dia, mas à noite… Quando eu deito, tudo vem à mente. É uma enxurrada de lembranças das quais eu não consigo conter. Elas me inundam e eu afogo. Afogo da mesma forma quando eu me perdia nos teus olhos. E, porra, seu olhar não sai da minha cabeça, C. Isso está acabando comigo. Está acabando comigo ficar sem você, C.
E eu só queria me reerguer sem você mais uma vez

Anúncios

C

Eu sinto que vou explodir, C. Meu Deus, como eu queria explodir, C, só para não ter mais que sentir essa angústia dentro de mim sem você, C. Faz meses que eu não escrevo mas, graças a você, eu estou aqui de novo, C. É sempre por você, seja pela sua presença ou… ausência. E faz tempo que é pela ausência, não é? Eu disse que não ia mais mandar mensagem, apaguei seu número e estou me segurando para não adicionar de novo, porque ele está gravado na minha mente, C, assim como você está nos meus pensamentos e no meu coração. Porque tudo me lembra você, C. Meu quarto inteiro, mesmo sem você sequer ter chegado perto da minha cidade, me lembra você. Seu sorriso e jeito de olhar depois de gozar, C. Suas pintinhas abaixo do pescoço, C, eram minhas constelações favoritas. Elas ainda são. Olho para minha cama e só penso nas promessas de que iríamos foder ali, mesmo com meus pais em casa, com toda a adrenalina. Eu só sei chorar na minha cama agora, C. Aquele meu pote cheio de canetas… Uma das coisas que mais amo, o que eu usava de suporte para nossas ligações em vídeo… Ele me lembra demais você, C. Meu notebook, com a extensão da netflix para assistirmos filmes juntos – Lembra que “perfeita pra você” foi nosso primeiro filme e que sofremos intensamente pelo triste fim do casal? Agora somos nós, com a diferença de que nenhum morreu…- e o bloqueador de anúncios que você pôs pra mim, eles me só me lembram você. A steam, o discord… Meu notebook inteiro me lembra você, C. Você fez morada em tudo ao meu redor e em mim, C. E agora você se mudou e eu não sei o que fazer com o passado, C. Não sei o que fazer comigo. Escrevo isso chorando e tremendo de dor e saudade, C. De tudo que tivemos, de tudo que não vamos ter. Eu só aguentei esse período da faculdade por causa de você, C. Como vou aguentar os outros 7 períodos? Você me ensinou muitas coisas, C, mas não a ficar sem você. E tá doendo. Muito. Eu oscilo em chorar e fingir que está tudo bem mesmo chorando. A dor está gritante aqui, e sei que está aí também. Eu quero gritar, arrancar minha pele – eu tentei, C, me arranhei toda pra tirar você daqui, mas não adiantou, você se enfiou nas minhas entranhas e agora não consigo te tirar daqui, C. Tá difícil respirar, C. Me falta ar, é tudo insuficiente sem você, C. Porque sempre foi você. 18 anos e sempre foi você. Só você. E agora não consigo me imaginar contando tudo a outra pessoa. Querer beijar outra pessoa. Será que o próximo vai querer transar em todos os lugares comigo como nós queríamos? Será que ele vai me entender como você entende? Eu não quero me abrir nem confiar em mais alguém dessa forma além de você, C. Eu me despi de corpo e alma a você e não quero fazer isso com mais ninguém, C. Porque doeu contigo, de uma forma que me tira o ar, a vontade de comer e dormir, C. E eu não quero passar por isso de novo, C. Me desculpa. Me desculpa por ter dado a entender que eu não era forte o suficiente e com isso você ter achado que mentir pra mim era o melhor, C. Mas não foi. Não foi e isso acabou comigo, com você, acabou com o nosso nós. Tá doendo, C. De uma forma que eu não achei ser possível. Eu sinto sua falta, C. Falta da sua voz, do seu sotaque, das suas covinhas, do jeito que você sentava na cadeira e ficava me olhando, de só ouvir sua respiração, falta das nossas madrugadas, das nossas brincadeiras de tudo, C, eu sinto falta  de tudo e de você, C. Meu deus, já ouvi dizer que é melhor ter amado e sofrido que nunca ter amado, mas porra, C. A GENTE SEMPRE SOUBE QUE TUDO ISSO ERA UMA LOUCURA, C. NUNCA IA DURAR, FOI SÓ MALDADE DO DESTINO NOS COLOCAR UM NA VIDA DO OUTRO, C. agora eu só queria poder arrancar você de mim, c. Junto com essas lembranças, porque está sendo insuportável você não me querer mais, c. Eu só quero explodir.

Meu coração

 

Meu coração,

só anda na contramão

gosta só do que não lhe é bom

 

Meu coração,

tem fé numa sociedade

construída na diversidade

com uma verdadeira liberdade

tendo como base a  solidariedade

 

Meu coração,

é como bicho de estimação

gosta de carinho e gosta de atenção

 

Meu coração,

sonha com uma humanidade

cheia de teologares. Tendo como base,

as verdadeiras relações sociais, com bons ideais.

 

Meu coração.

Só sonha com um mundo

cheio de amor e igualdade social

Afinal, não seria isso o mais ideal?

Tag: Momento Nostálgico.

Olá, hoje mais um tag 🙂

ultimatag

Criada pelo blog 7Seasonsblog , fui indicada pela Milene, do Blog Doce Vaidade para responder. Obrigada! Desculpa a demora :s

 A Tag consiste em contar um momento ou uma lembrança que marcaram sua infância. So, Let’s go!

Então, gente. Para vocês isso pode parecer algo bobo e simples, mas para mim, foram momentos que jamais esquecerei! Quando eu era pequena, meu pai tinha o costume de me levar à padaria todos os dias com ele para comprar pão. E sempre que chegavámos lá, eu vi todos aqueles doces me observando eu digo doces mesmo, tipo aquela chupeta de pirulito, aqueles “sorvetinhos” e chicletes em forma de ovo de dinossauro, não essas, desculpe a palavra, merdas de hoje em dia, e eu ficava babando no vidro. Como era muito cedo, minha mãe não deixaria que eu comesse os doces, mas meu pai sempre comprava para mim e aquele era o nosso segredinho :’). Infelizmente, não somos mais unidos como quando eu era criança, devido ao fato de eu preferir não ser apegada aos meus pais. Por isso, aqueles momentos foram tão marcantes na minha vida! Fora que, naquela época, o kinder ovo custava menos de 1 real, e isso marca qualquer um ;-; 

Bom, é isso. Não vou marcar ninguém porque a tag já é antiga e a maioria já deve ter feito. Se você não, sinta – se tageado 🙂

Bjos

 

Tag: Escritores.

Indicação por: Blog Sombra de Livros. Thanks 😛

Sem título.png

O escritor que te indicou no mundo da leitura:

Mauricio de Sousa

 
Um escritor que te ganhou de volta e um que te perdeu para sempre:

Me ganhou: Margaret Stohl.

Me perdeu: Marian Keys.

 

Um escritor brasileiro e um estrangeiro:

Brasileira: Carina Rissi ❤ (plágio de novo dela por ser minha autora favorita :3)

Estrangeira: Sylvia Day ❤

 

Um escritor “zona de conforto”:

Nicholas Sparks ❤


Um escritor que você traria de volta dos mortos: 

Machado de Assis.

 

Indicados: Você.

 

Publicidade Infantil

Desde que a publicidade começou no século passado, as crianças são bombardeadas com propagandas abusivas diariamente. Porque aos olhos dos empresários, elas se tornam grandes consumidoras por serem fáceis de se estimular ao vício de um ou mais determinado produto.

Tornando -as, viciadas naquilo que eles vendem, fazendo com que elas queiram consumir cada vez mais aquilo. Temos como exemplo disso, os famosos fast-foods infantis, que utilizam  de diversas maneiras coisas que para uma criança, é  bem atraente. Como as imagens de super heróis nos comerciais, ou mesmo, disponibilizando estes em forma de brinquedo como brinde na compra do lanche.

Uma vez que, essas propagandas são  dirigidas as crianças que são muito mais vulneráveis em comparação aos adultos em relação ao fato de serem persuadidas mais facilmente, fazendo com que elas se tornem consumidoras de grande escala e potencial antes do tempo ideal. Porém, essas crianças não possuem capacidade de distinguir se é mesmo necessário ou não possuir o que está sendo anunciado. Tornando isso algo antiético, ilegal e injusto com as crianças e os pais.

A criação de propagandas menos apelativas e abusivas seria o ideal. Além disso, seria mais interessante, se ao invés das crianças como público alvo, eles focassem nos responsáveis delas. Que afinal, são os verdadeiros consumidores.

Amor..

Há quem diga que o primeiro amor,
Nunca se esquece, que esse amor,
Apesar do tempo, permanece.
Há aquele que sofre e tolera.
Há aquele que sofre e desapega.
Há aquele que ama e é amado.
Há aquele que ama e é dilacerado.
Dizem que o amor num certo tom,
Chega até a ser bom.
Mas e quando se ama e não é correspondido?
Sinceramente, quisera era nunca ter amado.

Amores, sorry por estar tão sumida :c
Mas não tenho mais ideias para o blog  e preguiça de pensar em alguma coisa e tem o colégio também 😦
Porém, tentarei ser mais presente aqui, beijos!!

Publicado do WordPress para Android

Autor e seus livros.

Hoje será a vez do autor que acompanhei desde que comecei a ler e se tornou meu favorito ❤ Dia do meu querido Nicholas Sparks!

Autor de hoje: Nicholas Sparks.

Nicholas Charles Sparks é filho de Patrick Michael Sparks, um professor de negócios, e de Jill Emma Marie Sparks, uma dona de casa e assistente de optometrista. Ele tem dois irmãos, Michael Earl “Micah” Sparks (1964–), o mais velho, e Danielle “Dana” Sparks (1966–2000), a mais nova, que faleceu aos 33 anos por conta de um tumor no cérebro. Ela foi a sua inspiração para o livro A Walk to Remember.

Livro que indico: O Melhor de Mim.

Minha xará ❤ Meu livro favorito dele ❤

Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam. Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável.
Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois. Seguindo as instruções de cartas deixadas por Tuck, o casal redescobrirá sentimentos sufocados há décadas. Após tanto tempo afastados, Amanda e Dawson irão perceber que não tiveram a vida que esperavam e que nunca conseguiram esquecer o primeiro amor. Um único fim de semana juntos e talvez seus destinos mudem para sempre.

Livro que me deu sono: O Milagre.

Minha única decepção dele 😦

Sinopse: Jeremy Marsh precisa fazer uma escolha difícil: voltar para a vida que conhece ou fazer algo que nunca fez antes – deixar-se levar pela paixão? Falando dos riscos que devemos correr e dos caminhos ditados pelo coração, O milagre fará com que você também acredite no amor.

 Minha opinião: Apesar da maioria das pessoas não gostarem dele pelo fato de acharem os livros dele repetitivos, não canso das belas histórias de amor que ele escreve. Tirando “O Milagre” que, inclusive tem uma continuação que é muito melhor,  não tenho o que reclamar dele. Recomendo os livros dele à quem adora um bom romance, como eu. Alguns são clichês, porém, não deixam de ser maravilhosos ❤

 

 

 

Tag: Mais Um Leitor!

Hey, pessoas. Fui indicada à mais uma tag, dessa vez pela linda Bia, do blog Book And Birds; e pela outra Bia linda do blog Sombra de Livros. Obrigado :3

Então, vamos lá!

1- Como você se tornou um leitor?

R: Bem, me tornei leitora quando aprendi a ler. Desde os seis anos eu tenho o hábito da leitura, comecei pelos gibis da turma da mônica ❤

2- Já influenciou alguém a se tornar leitor também?

R: Meu little brother ❤

3- Tire uma foto da sua expressão ao encontrar alguém na rua que está lendo o seu livro favorito.

R: Não gosto de tirar foto, então vou copiar o gif.

4- Um lugar onde você geralmente encontra mais leitores? (Biblioteca e livraria não vale!)

R: No meu cólegio, para a minha alegria, é o que mais tem.

5- O número de leitores no país vem crescendo… e na sua opinião, qual é a melhor coisa em ser um leitor?

R: Acho que a melhor coisa em ser leitor, é poder viajar o mundo todo sem sair do lugar, no conforto da minha cama ou em algum lugar entediante que, com o livro, se torna um lugar mágico. Fora que, tem o bônus da cultura e o extra de aprendizagem.

Blogs que indico:

Bom, acho que consegui fazer todas as tags que me indicaram kk, próximo post vai ser um de “verdade”.  Adorei responder todas as tags ❤

Beijos.