5 livros, 7 dias ‘0’

Hey, pessoas.

Ufa! Nunca li tantos livros em tão pouco tempo haha. Semana retrasada foi de provas para mim, então resolvi que essa seria toda dedicada ao meu amor maior ❤ Sempre que terminava os romances de épocas, pensava: Para que namorado quando se tem livros? kkk   Brincadeiras à parte, resolvi fazer esse post porque cada um desses livros realmente valem a pena serem lidos. So let’s go!

Esses dois primeiros têm a temática semelhante. Esses deveriam com toda a certeza ser lidos por todos. In my opinion, of course.

  1. Extraordinário.

Terminei esse hoje. Ele estava na minha estante há bastante tempo, na verdade. Mas após ler o próximo da lista, confesso que meio que me apaixonei por livros desse tipo. Então decidi dar uma chance a esse também. Se alguém quiser me dar dicas de leituras desse tipo eu agradeço. Achei bem humorado, emociante também, é claro. Adorei a parte dos preceitos, inclusive 🙂

Sinopse: August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade… até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

2. A Menina Feita de Espinhos.

Ja falei sobre ele nesse post aqui. Por isso não vou colocar de novo a sinopse. Este com toda a certeza virou um dos meus prediletos de tão perfeito ❤

Bom, os três próximos são romances de época. Todos da Julia Quinn. Foram os meus primeiros dessa autora que descobri ser maravilhosa ❤ Gostaria de lembrá – los de que eles pertencem a uma série de 8 livros chamada “The Bridgertons”

3. O Duque e Eu.

O Duque e Eu - Os Bridgertons 1

Livro 1.

Sinope: Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.

4. O Visconde que Me Amava.

O Visconde Que Me Amava

Livro 2.

Sinopse: A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva.
Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela.
Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele.
Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração.

5. Um Perfeito Cavalheiro.

Um Perfeito Cavalheiro

Sinopse: Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse parece um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, ela é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu. Uma noite, porém, ela consegue entrar às escondidas no aguardado baile de máscaras de Lady Bridgerton. Lá, conhece o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles. Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict. No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres. O destino faz com que os dois só se reencontrem três anos depois. Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case com uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível. Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas. Nesta deliciosa releitura de Cinderela, Julia Quinn comprova mais uma vez seu talento como escritora romântica.

É isso por hoje, espero que tenham gostado das indicações 🙂

Bjos.

Anúncios

Indicando: Livro.

 Livro: A Menina Feita de Espinhos.           

Páginas: 343.

Sinopse:  Eu nasci assim. Com espinhos venenosos sobre toda a minha pele. Repelindo, assustando e repugnando as pessoas. Eu aprendi, após receber tantos olhares de repugnância, que há beleza em tudo. Há beleza na tristeza e na dor, até mesmo na raiva. E há beleza na vida, em suas despedidas e desencontros. Este livro é para aqueles que sabem conviver com espinhos, aceitam o diferente e amam sem medos e preconceitos. Para quem sabe que vai sentir dor em vários momentos da vida, mas não desiste. Quem gosta de giz de cera, bichos de pelúcia e rosas vermelhas. Para os que sabem chorar. De verdade. Não apenas derramar lágrimas. E veem beleza em tudo. Absolutamente tudo. Mas se você não é assim, este livro ainda é para você, porque celebra as diferenças.

Definitivamente esse é um daqueles livros que todas as pessoas deveriam ler. Uma história emocionante do começo ao fim. Não consegui conter as lágrimas lendo esse maravilhoso livro que, confesso, só comprei por ter achado a capa muito bela. Mal sabia eu que, desde a primeira página, iria me apaixonar completamente pela história de Kat. Um história que me fez, e também fará com você caso tenha a oportunidade de ler, refletir profundamente sobre como a vida é. Kat, que nasceu com uma anomalia rara que fazia com que sua pele fosse coberta por espinhos venenosos, aprendeu ao longo da sua curta vida como as pessoas podem ser cruéis e que mesmo assim, há beleza em tudo, mesmo nessas pessoas. Não tenho palavras para esse livro, apenas posso dizer que me sinto profundamente tocada pela história dela e pensar em como somos pequenos nessa imensidão chamada vida. Em como tudo passa num piscar de olhos. Em como as pessoas mais puras, são as que mais sofreram. Todos nós somos belas rosas, assim como Kat era, a única diferença era que ela deixava seus espinhos à mostra.

Não poderia acabar esse post sem dizer que ao terminar o livro, senti uma imensa gratidão, felicidade e tristeza.

Gratidão por ter tido o prazer e oportunidade de ler uma história tão bela, gentil, acolhedora e emocionante. Um livro que te dá forças para continuar mesmo nos piores momentos. Porque, afinal, sempre há beleza em tudo.

Felicidade por saber que essa autora maravilhosa é brasileira! Não tenho o costume de ler nacionais, mas fico cada vez mais contente em saber o quão talentosos nossos autores são! Nunca me decepciono, e tenho o sonho de, algum dia, conseguir ser tão boa como eles. Um dia eu chego lá! 🙂

Por fim, triste em saber que esses livros tão maravilhosos, não possuem o devido reconhecimento visto que a maioria tem preconceito com os mesmos. Livros estrangeiros são bons, mas os nacionais também, meu povo. Vamos ler mais nacionais, por favor!!

Me despeço por aqui, um beijo 😉

Tv Show Time: Guia de Séries.

image

Hey, people. Hoje vim mostrar para vocês um App que uso para organizar as minhas séries. Meu perfil está aqui em cima para quem quiser me seguir 🙂

TVShow Time é o aplicativo que você precisa se for viciado em séries.
Comece a acompanhar e comentar suas séries com facilidade.
Funcionalidades :
– calendário personalizado de suas séries (com contagem regressiva da estreia de episódios)
– notificações push quando um episódio está disponível
– faça comentários com uma comunidade de 500.000+ fãs de séries
– encontre rapidamente onde parou na suas séries
– reproduza episódios de sua série via WEB
Espero que tenham gostado da dica, beijos💕
Me segue no TVShow Time – Disponível no iPhone e Android

Publicado do WordPress para Android

Indicando Filme: Terror.

Hey, people.

Filme: O Mistério das Duas Irmãs. 

Lançamento:  29 de Maio de 2009.

Gênero: Terror/ Drama/ Suspense.

Sinopse: Após sua mãe morrer em um incêndio, a jovem Anna tenta o suicídio. Como resultado, vai parar em uma clínica para tratamento. Dez meses depois, Anna continua sem lembrar o que aconteceu na noite em que a mãe morreu. Apesar disto, o dr. Silberling resolve lhe dar alta. Anna é então levada de volta para casa por seu pai, Steven, um escritor de sucesso. Lá ela encontra Rachel Summers, a enfermeira de sua mãe, como sua madrasta e também sua irmã, Alex. Logo Anna passa a ser assombrada por fantasmas, que a fazem acreditar que Rachel matou sua mãe.

Minha opinião: Hoje fui visitar minha querida amiga Sophia, e decidimos ver algum filme e recomendei este pois já tinha começado a assistir um dia antes. Não levava muita fé, parecia ser um filme bem clichê onde a mãe morre e a enfermeira vira a madastra   que para isso teve que matar a mãe e blá blá blá. Porém, (não darei spoillers) o filme de clichê não tem nada… O final é totalmente novo e INCRÍVEL, uma reviravolta impressionante. Recomendo à todos assistirem esse filme que, apesar de não ser novo, é maravilhoso. Ele tem meus queridos espíritos e consegue dá uns leves sustos.

  • Alguém já assistiu? Se sim, gostou tanto como eu? Me contem aqui e deixem indicações se quiserem.
  • Gostaram desse tipo de post? Querem mais? Eu adorei fazer, espero que vocês também.

Beijos